Velamar22
Velamar22
Principal
Notícias
Fórum
Fotos
Vídeos
Classificados e Tripulantes
Contato
Procurar
A Classe
Estatuto
Administração
Circulares
Atas
História da Praiana
Desenhos V22
Flotilha Rio
Flotilha Brasília
Regatas
Calendário
Av/Inst Regatas
Resultados
Ranking
Regulamento
Arquivo 2016
Arquivo 2015
Arquivo 2014
Arquivo 2013
Arquivo 2012
Arquivo 2011
Arquivo 2010
Arquivo 2009
Arquivo 2008
Arquivo 2007
RSS Velamar22
spacer
Valeu pelo por do sol PDF Imprimir E-mail
Por Claudio Camerini   
26 de setembro de 2013

Foto: Família Camerini

Em um dia sem vento, a regata foi terrível, mas sempre se aproveita, sempre vale a pena...
Comemorando mais um aniversario do ICB, largamos com pouco vento, mas com boa participação dos V22 - Salina, Baruk, Picareta, Alegrete, Ravena, Focus e mais uns atrasados como o Marokau.

No bordo até a Boa Viagem, além do pouco vento, a maré ainda enchendo dificultava ao extremo o avanço. Levamos mais de uma hora para contornar a Boa Viagem. Picareta e Salina mais pelo meio, enquanto que os demais costeando ao máximo, procurando vento e safando da maré. Bem próximo das pedras! Na saída, o Baruk, mais concentrado pegou primeiro uma rajadinha e se mandou. Picareta, nós do Rocas e o Ravena saímos juntos, trocando posições. 

A partir da Boa Viagem até a DHN, tivemos um vento fraco, mas constante. O Baruk tirou proveito e desgarrou com grande vantagem. O Picareta balonou bem, indo mais pelo meio e também foi bem, afastando-se de nós que mantínhamos a terceira posição. Salina vinha logo atrás e alguns barcos já desistindo de continuar, pois a volta se mostrava muito sofrível. 

Contornamos a DHN em terceiro. O Baruk muito na frente, optou por voltar mais próximo da costa. O Picareta em segundo e com boa vantagem relação a nós, optou por voltar mais pelo centro do canal, provavelmente procurando uma maré que já começava a vazar. Nossa opção foi velejar de volta procurando o vento, por menor que fosse. Camba aqui, pega aquela rajada ali e fomos avançando.

Esta opção se mostrou acertada, pois tanto o Picareta mais ao centro, como o Salina mais nas proximidades de Niterói, perdiam tempo. Ao entrar na direção do Saco de São Francisco, começamos a torcer para dar tempo de chegar. Afinal, depois de uma regata de percurso tão curto, ainda assim não chegar, seria muito ruim.

Começamos a procurar, o Baruk. - Será que já chegaram? A vantagem era grande, mas nem tanto... Lá na frente a enseada de São Francisco, sem vento, e com o J24 do campeoníssimo Roni, parado próximo ao Morcego.

- Tem um barco, que parece o Baruk, lá no Morcego!
- Pega o binóculos e vê se é mesmo!
- É ele mesmo, mariscando e andado de ré!

É, o Baruk arriscou entrar com o remanso da maré junto ao Morcego, mas a sorte ficou do nosso lado desta vez. Continuamos pelo meio da enseada, procurando as pequenas rajadas de vento, mantendo o seguimento do barco, enquanto a maioria já pedia reboque aos barcos próximos. A corrida passou a ser contra o relógio, chegar ainda em tempo. 

A C.R. encurtou a chegada e conseguimos chegar faltando poucos minutos. O Salina, chegou em segundo e o Marokau em terceiro, poucos minutos depois.

Depois de tanto sofrimento, valeu pela vitória e principalmente pelo belo por do sol.

Até a próxima,

Claudio S. Camerini

< Anterior   Próximo >

 

 

Advertisement

 

Copyright 2000 - 2005 Miro International Pty Ltd. All rights reserved.
Mambo é um Software Livre liberado sob a licença GNU/GPL.
Tradução e Suporte MamboBrasil.org
spacer